Beto Carrero

Beto Carrero: As melhores dicas!

O post de hoje é sobre um parque de diversão que dá para ir mesmo sem ter um passaporte. Localizado em Penha (Santa Catarina), o Beto Carreiro fica há aproximadamente 120 quilômetros de Florianópolis -capital do estado- e 210 quilômetros de Curitiba -capital do Paraná-. Uma excelente opção para uma viagem de lazer. Para aproveitar ao máximo e não perder tempo no parque, neste post tem algumas dicas:

1 – Aplicativo Fila Virtual do Beto Carrero

A primeira, e mais importante, dica é: baixe o aplicativo da Fila Virtual do Beto Carrero! Neste aplicativo você cadastra seus ingressos e através dele agenda horário para ir nas atrações sem pegar fila de espera! Para aqueles que já foram à Disney, é como um FastPass.

Cada ingresso dá direito a três agendamentos e é uma grande carta na manga para poupar tempo, principalmente nos brinquedos que mais tem fila!

Dica bônus: antes de chegar ao parque já agende uma atração e no decorrer do dia agende as demais. Lembre sempre de observar quais atrações estão com mais fila! 

2 – Melhores atrações

Já que estamos falando de filas, vamos falar das melhores atrações, para você já agendar no App! Existem brinquedos para todos os gostos: radicais, emocionantes, família e os perfeitos para dar boas risadas!

Desde 2012 o Beto Carrero World tem uma parceria com a Dreamworks e a Universal Studios, e vários personagens bastante conhecidos estão presentes no parque, entre eles a turma do Sherek, Kung Fu Panda, Megamente e Madagascar. Aliás a minha atração favorita é o “Crazy River”, temática do Madagascar, que se passa toda na água e rende umas boas risadas entre a família e amigos!

Para os que gostam de adrenalina, não faltam opções: a famosa Fire Whip, que eu chamo carinhosamente de: Chicote do Mal, é uma montanha-russa invertida que atinge aproximadamente 80 km/h. Vale a pena a experiência, mas é preciso coragem! Também tem a Star Mountain, montanha-russa mais tranquila que a anterior, mas garante a diversão em dois loops que dão bastante frio na barriga!

Fonte: Divulgação BCW

Outra atração que vale muito a pena, e que usando o App, fica mais especial ainda é a Ferrovia DinoMagic! É um trajeto feito todo num trenzinho que passa por diversas áreas temáticas, há bastante contato com a natureza e guarda várias surpresas! Não vou contar mais detalhes para não estragar a experiência!

Creio que em todas essas atrações que eu citei é válido usar o FastPass, porque as filas para estes brinquedos geralmente são muito grandes e levam horas até poder finalmente aproveitá-los. 

Atração Bônus: O Zoo! Para mim, que sou fascinada pelos animais, esta é a área mais impressionante do parque! Há uma variedade incrível de animais, e todos parecem ser muito bem tratados e cuidados. Os meus favoritos foram os tigres brancos e a hipopótamo Samanta!

Fonte: Eu mesma!

3 – Quantos dias ficar no Beto Carreiro?

O parque é bem grande, são muitas atrações e vários shows, então, se possível, visite o parque durante dois dias. Principalmente porque: aquilo que não deu para aproveitar no primeiro dia, você aproveita no dia seguinte, e da para se divertir com calma.

O mesmo vale para os shows, são imperdíveis! Porém, pelo parque ser muito grande, às vezes você tem que atravessar o parque para chegar no local da apresentação. Acontece de atingir o limite máximo de espectadores e você não conseguir assistir, mas isso não é problema se você tem dois dias para curtir o Beto Carrero!

4 – Alimentação dentro do parque

Se o seu medo é passar fome, pode ficar tranquilo: tem opções de sobra para você realizar suas refeições! 

O parque conta com uma Praça de Alimentação cheia de opções, entre elas: sanduíches, massas, buffet e sorvetes, mas existem mais alternativas espalhadas pelo parque, como por exemplo o 10 Pastéis na Vila Germânica, aproveite e tire uma foto com o Sherek e a Fiona!

Outro restaurante legal é o da Hot Wheels, que serve principalmente sanduíches. Super dica: faça reserva nesse restaurante para o horário do Hot Wheels Epic Show e aproveite de camarote o espetáculo! A reserva não custa nada, mas é preciso que cada pessoa da mesa consuma um prato, de sua escolha, do cardápio! 

Fonte: Beto Carrero World

Caso queira fazer mais uma refeição após deixar o parque, a cidade também oferece opções. Quando fomos escolhemos um restaurante, literalmente na praia, chamado Petisqueira Alírio e fomos muito bem servidos e atendidos!

5 – Hospedagem

São diversas as opções de hospedagem próximas ao parque, desde alternativas mais em conta, até mais luxuosas e exclusivas. Como irá passar pouquíssimo tempo no hotel/pousada não vejo necessidade em uma estadia com muitos requintes. O essencial é: uma boa aparência de limpeza, proximidade ao parque e café da manhã bem servido!

Dica: Na minha última visita à Penha, eu e minha família nos hospedamos na pousada Vó Dena e foi fantástico: instalações novas, muito limpas, colada no parque e um café da manhã memorável, com muitas opções!

6 – O que vestir e o que levar na mochila?

A questão de o que vestir é sempre um dilema e depende muito de como está o clima, entretanto há o fato: use roupas e calçados confortáveis! Definitivamente vá de tênis, de preferência de um material mais fino e que seque rápido, pois existem alguns brinquedos que envolvem água e você pode se molhar. Se preferir, leve um chinelo de dedos na mochila para encarar essas atrações molhadas com mais tranquilidade. 

É importante também levar protetor solar, boné ou chapéu em dias de sol e uma garrafinha d’água. Quando fui não tive problemas em levar snacks na mochila, recomendo salgadinhos e alimentos que não estraguem se expostos ao sol. Ah e se for visitar o parque durante a pandemia não esqueça o álcool em gel! 

Esperam que tenham gostado das dicas e que sejam úteis para aqueles que pretendem se divertir sem ter que viajar para muito longe de casa!

Este post faz parte do BEDA- Blog Everyday August 2021 para não perder nenhuma novidade nos siga no instagram e siga #BedaViajante

BEDA- Blog Everyday August

Ana é curitibana e muitas histórias para contar. Na reta final da graduação em Informática Biomédica, Ana Carolina completa o time de colunistas trazendo uma dose de tecnologia e inovação. Ama viajar, seja via terra, ar ou mar, e está sempre pronta para um novo desafio! Entre seus hobbies estão: sair para comer, assistir filmes, ver vídeos de pets e estar junto de boas companhias!

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: