Dicas de ouro para você tiras as melhores fotos de viagem

Uma de minhas paixões é fotografia. Nesse post vou aliar essa paixão à de viajar para dar algumas dicas de ouro para você tiras as melhores fotos de viagem.

EQUIPAMENTO PROFISSIONAL É LEGAL, MAS NÃO É NECESSÁRIO PARA TER BOAS FOTOS DE VIAGEM

Para tirar fotos legais você não precisa de um equipamento profissional. É claro que com uma câmera profissional é possível fazer fotos maravilhosas e de alta qualidade, mas mesmo com um modelo mais antigo de celular tem como fazer fotos legais – é tudo uma questão de ângulos, luz e edição! Nenhuma das fotos desse post foram feitas com equipamento profissional.

ÂNGULOS

Você pode mudar totalmente o mood de uma fotografia com a mudança de ângulo. Mas como estamos tratando de fotos de viagem, essa dica é valiosa para evitar uma foto cheia de turistas. Na segunda e terceira fotos abaixo, no lugar de tirar fotos retas nas quais eu pegaria a Duomo de Milão e o interior do Museu do Louvre e mais diversos visitantes, inclinei meu celular para o alto para fotografar apenas a igreja e apenas o teto do museu. Na primeira foto da colagem, eu andei para o canto do Muro das Fitas em Arraial D’Ajuda para escapar um pouco da multidão e me dei conta de que poderia fazer uma foto legal ali.

Uma outra coisa para se ter em mente quando o objetivo são fotos diferenciadas é justamente apostar em ângulos fora do comum. Olhe bem para sua volta, se locomova alguns metros, olhe para cima e para baixo – você pode descobrir vários detalhes interessantes. Vou dar exemplos através de fotos que fiz em Hamburgo. Na primeira foto, me abaixei quando estava na ponte e peguei detalhes da estrutura da ponte e isso deu um toque super especial à minha foto, que foi curtida por diversos fotógrafos da cidade no Instagram. Na segunda foto, eu apenas resolvi olhar para o chão quando me deparei com essa instalação das cidades irmãs de Hamburgo. A última foto é um “cantinho secreto” que descobri um dia. Olhando para cima pude capturar a arquitetura dos prédios.

ILUMINAÇÃO

A luz é o meio pelo qual uma fotografia é gerada e ela é muito importante para se ter uma foto bonita. Você já deve ter ouvido falar da Golden Hour. Ela se refere ao amanhecer e o pôr-do-sol, pois esses são horários nos quais as fotografias ficam lindas! A foto da Duomo no começo do post foi tirada na Golden Hour. Outra dica é: caso você não tenha um celular ou câmera que permita uma foto iluminada, por exemplo à noite, utilizar a lanterna de um outro celular e até os faróis de um carro são boas opções! Na foto abaixo, essas foram as únicas maneiras de eu aparecer junto da Aurora Boreal.

Pode parecer que estou me contradizendo ao dizer que em alguns casos a falta de luz pode ser algo bom. Isso é raro, mas a foto da direita a seguir possui como foco o pôr-do-sol e eu aparecendo de “coadjuvante” como uma silhueta. O mood geral da foto ficou muito bacana.

HORÁRIOS PARA AS MELHORES FOTOS DE VIAGEM

Falando em Golden Hour, um jeito “fácil” (dependendo da sua disposição) de tirar fotos sem pessoas e sem necessitar de edição é acordar cedo e visitar os pontos turísticos nesse horário. Quando viajamos fora da alta temporada, mesmo em horários durante a tarde pode ocorrer de termos sorte e conseguirmos fotos sem pessoas.

Além da questão do horário em si, precisamos ser pacientes em alguns casos e nos esforçarmos por algum tempo para conseguirmos uma foto bonita.

Colônia, Alemanha.

CORAGEM PARA ENFRENTAR MULTIDÕES:

Há casos nos quais não temos outra opção senão enfrentar grandes filas e multidões para conseguir boas fotos. Para fazer a linda típica foto do castelo Neuschwanstein não é apenas necessário ter coragem para subir em uma ponte bem pequena e bem alta, mas também é preciso esperar em uma fila e depois andar mais para a frente na ponte (muitas pessoas não têm coragem) e conseguir um espaço para fazer a foto.

EXPLORE E SE AVENTURE!

Muitas vezes, por trás – e quero dizer literalmente por trás – de atrações turísticas famosas, encontramos lugares secretos ou muito legais que várias pessoas não descobrem, pois não exploram seus arredores. Um exemplo é o lugar das fotos a seguir, na prefeitura de Munique (Neues Rathaus). A primeira foto é a qual a maioria das pessoas faz – incluindo eu – pois a construção é absolutamente fascinante, linda e cheia de detalhes. Porém é possível entrar nas instalações da prefeitura. A segunda foto foi tirada no pátio interno. Quando se entra no prédio há ainda uma das bibliotecas mais lindas que já vi (na qual não me deixaram tirar fotos).

Até mesmo o olhar para todas as direções como já mencionei antes pode trazer belas surpresas para sua viagem e consequentemente suas fotos. Além disso, há casos nos quais podemos encontrar ângulos muito mais legais para se tirar uma foto quando subimos em um prédio e olhamos pela janela ou quando pegamos uma trilha ao lado do castelo (caso de Neuschwanstein). Na foto da esquerda, no lugar de tirar uma foto na frente da famosa igrejinha do Quadrado em Trancoso, eu dei a volta e vi uma mulher tirando foto sentada na escada da igreja. Eu fui lá e fiz uma foto igual. Na segunda foto, atravessei um momento de maré baixa para tirar essa foto da praia (Apaga Fogo em Arraial D’Ajuda). Na penúltima foto, sentei na mureta para fazer uma foto diferente da típica “parada em pé na frente da igreja”. A foto da Torre Eiffel eu tirei quando estava andando até a torre para conhecê-la.

NÃO SABE QUE POSE FAZER? INTERAJA COM OS ELEMENTOS AO SEU REDOR

Essa é uma forma fácil de deixar uma foto descontraída, mais elegante ou bonita quando não sabemos muito bem qual pose fazer. Abaixo estão exemplos de fotos nas quais interagi com objetos. Aposte em ângulos retos com seu corpo para deixar a foto menos “forçada” ou “esquisita”. Dobre os braços, as pernas, coloque a mão no cabelo ou na cintura.

SE PRECISAR PEDIR PARA UM ESTRANHO TIRAR UMA FOTO SUA…

Procure uma pessoa que tenha uma câmera profissional em mãos, que tenha fotografado alguém por um tempo ou que pareça empenhada nas fotos. Caso só haja algumas pessoas no local, seja bem claro com relação ao que você quer na foto (posição do celular, ângulo, etc.). Assim você evita de ter uma foto que não ficou do jeito que queria.

Se você tiver uma câmera profissional, escolha alguém com uma câmera parecida ou entregue o celular. Essa dica é ainda mais importante se estiver usando lentes manuais, a chance da pessoa não saber usar e a foto ficar ruim são muito grandes!

EDIÇÃO, EDIÇÃO E EDIÇÃO

Meu lema com a fotografia é nunca subestimar uma foto na primeira olhada. Pode parecer que você tirou uma foto ruim, mas com a edição eu às vezes me surpreendo com os resultados que obtenho.

Existem softwares que conseguem até mexer nas proporções e ângulos das fotos e que conseguem trabalhar nas cores e seções da foto de forma isolada. Abaixo estão exemplos de fotos que eu não achava muito boas até resolver passar meu tempo brincando de editar fotos e descobrir seu potencial. Em muitos casos apenas recortar a foto já muda todo o impacto que ela apresenta.

ACEITAR QUE ÀS VEZES NÃO HÁ COMO FAZER FOTOS DE VIAGEM PERFEITAS

Apesar de podermos alguns fatores referentes à uma fotografia, estamos sujeitos a condições externas e tecnológicas. Ocorre algumas vezes de o celular pifar, de a bateria dele ou da câmera acabarem, de o tempo estar ruim e não permitir fotos.

Já fiz fotos na chuva (um exemplo são as fotos de Colônia nesse post). Porém no caso abaixo, não apenas estava ventando de forma absurda no topo do Acrópole em Atenas, como estava calor e eu estava usando um vestido fino e leve. Resultado? Tive um momento Marilyn Monroe, no qual eu segurava o vestido com uma mão e o cabelo com outra – um verdadeiro wardrobe malfunction (quando algo de errado acontece com o look ou peça de roupa). Tentei até prender o vestido com as pernas, mas a minha pose ficou ainda mais estranha. Mesmo na melhor das fotos eu ainda estou com o cabelo bem bagunçado.

As fotos não ficaram nadas glamurosas, mas ainda assim adoro elas, pois me fazem rir toda vez que as vejo.

Este post faz parte do BEDA- Blog Everyday August 2021 para não perder nenhuma novidade nos siga no instagram e siga #BedaViajante

BEDA- Blog Everyday August

A Isabela tem 26 anos e é formada em Relações Internacionais. Já morou no Canadá e Alemanha, e é amante de café, história, estudar línguas e viajar.

8 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: