Um dos ângulos do Pantheon

Atenas: a capital que me surpreendeu

Nesse post irei contar o que fiz na capital grega nos dias que passei por lá. Esse é um daqueles posts um pouco mais diferentes, pois a minha viagem para a Atenas não havia sido planejada! Foi daquelas viagens que vamos vendo o que fazer na hora; daquelas que, em certos dias, simplesmente saímos andando pela cidade sem rumo! Eu estava na Romênia quando decidimos estender nossa road trip e passar brevemente pela Grécia.

Nem tudo em Atenas é o que nós vemos no Instagram

Parte muito linda da capital e cheia de restaurantes.
Parte muito linda da capital e cheia de restaurantes.

Antes de tudo, quero desconstruir uma impressão que temos da Grécia e que foi um tanto chocante para mim. Temos uma ideia da Grécia como aquele lugar das Ilhas Gregas: tudo polido, casas brancas com detalhes azuis, flores cor-de-rosa por toda a parte. Isso não acontece nas principais cidades da parte continental do país. Embora existam áreas assim – como o bairro Plaka – boa parte da capital e da cidade de Thessaloniki me lembraram o centro de São Paulo! Isso mesmo! Prédios de concreto sem muito planejamento, caos nas ruas, grafitti, quase nada de verde.

Centro de Atenas
Screenshot de um timelapse que fiz do centro de Atenas.

Por um lado, esse choque cultural foi muito interessante para mim, justamente por não estar esperando por isso. Me fez imaginar que um dos maiores berços culturais do mundo nada mais é, hoje em dia, do que uma cidade como qualquer outra – apesar de possuir vários monumentos impressionantes e muita história, é claro.

Bares em terraços e filmes em P&B

Meu Airbnb ficava bem nessa região central da cidade e me impressionou, pois era reformado, amplo e com uma vista bem bacana, apesar do look mais decadente dessa parte da cidade. À noite é quando a mágica acontece nessa área: vários terraços dos prédios viram bares super bacanas que projetam filmes mudos em P&B na parede do prédio da frente. Me deparei com um filme do Chaplin sendo rodado na minha frente quando fui para a sala de estar de noite!

Explorando a cidade

Estávamos em Atenas no final de Agosto e início de Setembro e ainda assim pegamos dias de muito Sol e calor de mais de 30ºC. Apesar desse calor todo, não pude perder a oportunidade de provar o café grego Ibrik antes de ir visitar o Parthenon (único ponto mais turístico e histórico que eu visitei nessa viagem).

Cafeteria Mokka
Café grego, que é igual ao café turco.

Andar e explorar a Grécia é gostoso, pois sempre há alguma coisa interessante para ser encontrada em um lugar tão rico em história. Mas ao mesmo tempo, pode ser complicado fazer coisas simples como pegar um ônibus, dado o alfabeto bem diferente! Acabamos pegando os ônibus errados alguma vezes, porém sempre houve alguém que nos ajudou.

Dá para pegar praia em Atenas?

Praia em Atenas

Sim! O mar nas maiores cidades do litoral acaba tendo um pouco de poluição, por isso é necessário se locomover para partes menos urbanas. E claro que não chegam a ser praias super paradisíacas, mas achei a que fui muito agradável e organizada. Vale lembrar, no entanto, que várias praias da Grécia, assim como no resto da Europa, exigem uma entrada (que se não me engano custou 10 Euros).

E você, já visitou Atenas? Quando pensamos em Grécia pensamos geralmente em visitar as ilhas, mas recomendo que se puder conheça também a capital.

Posts todos os dias em Agosto

A Isabela tem 26 anos e é formada em Relações Internacionais. Já morou no Canadá e Alemanha, e é amante de café, história, estudar línguas e viajar.

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um × 3 =

%d blogueiros gostam disto: