Mochilão sozinha pela América do Sul

Ao longo dos anos eu descobri que adoro viajar sozinha e, após o meu intercâmbio de idiomas na Espanha , eu decidi fazer uma viagem para colocar meu Espanhol em ação e aproveitar para conhecer os encantos dos nossos países vizinhos em um mochilão pela América do Sul! PS: a viagem ocorreu em Janeiro de 2020, antes da pandemia.

Em 22 dias, passei por 5 países! Uruguai, Argentina, Chile, Bolívia e Peru. Claro, fiquei poucos dias em cada, mas conheci tudo o que eu queria! Afinal, foi uma viagem focada em belezas naturais e passeios mais diferentes e não tive tempo de curtir muito as cidades e os ao redores, mas digo que valeu muito a pena.

Mulher viajando sozinha na América do Sul

Para você que se pergunta “Como assim Pri? Viajou sozinha pela América Latina, sendo mulher??? Você estava maluca?” Talvez sim, mas te digo, nada de ruim aconteceu!!! Na verdade, bem pelo ao contrário!

Só faça aquilo que você se sente confiante o suficiente! Eu já tinha algumas experiências de viagem e falava o idioma local, o que ajudou muito! Além disso, fiz escolhas menos arriscadas e busquei muito bem antes as acomodações que eu ficaria!

Continuando sobre a viagem, eu diria que foi um mochilão pela América do Sul Nutella, afinal, como eu tinha pouco tempo, fiz a maior parte dos trajetos de avião! Fiquei em hostels, mas busquei por quartos femininos e fiz tudo com uma mala de rodinhas e uma pequena mochila nas costas. Ah, falando nisso! Consegui passar 22 dias apenas com uma mala de 10 kg, e roupas que me protegiam dos -4 graus dos gêiseres, até as que me auxiliavam a suportar o calor de 35 graus nas cidades praianas!

Gêiseres no Atacama

Por onde comecei o Mochilão pela América do Sul

A aventura começou por Montevidéu, onde passei alguns dias aproveitando a praia e conhecendo a cidade (que estava super vazia por sinal, pois era Janeiro e os moradores vão todos para cidades ao redor com mais praias). Segui para Buenos Aires (esse trajeto é feito por um ônibus e barco, pois é bem pertinho!!), onde aproveitei essa capital cosmopolita e continuei a jornada para o Chile! Primeiro passei alguns dias em Santiago (foi uma loucura pois cheguei exatamente quando estavam em manifestação e admito que não consegui curtir muito por não poder sair andando o quanto costumo por conta dos tanques de guerra e brigas na rua).

Quadro em frente a uma casa, em Montevideo
“Pense diferente, veja mais adiante dos limites”

O deserto

Essa segunda parte da viagem era a que eu mais estava animada! Os destinos naturais estavam chegando e eu viveria experiências surreais adiante! Peguei um voo de Santiago para o Atacama!!!! Sim, fui conhecer o deserto do Atacama e resumindo muito: é SENSACIONAL! Belezas exorbitantes, gêiseres, lagoas cristalinas, vales, deserto, céu estrelado, passeios super em conta e muita diversão! De lá, contratei uma agência que me levaria para o Salar do Uyuni, o famoso deserto de Sal, na Bolívia!

Deserto de Sal – Bolívia

Foi uma viagem de carro, feita por um 4×4, com mais 5 pessoas e o motorista. No passeio estava tudo incluso, alimentação, pernoites, passeios, paradas em algumas lagoas e rochedos… tudo!! Foram 2 dias para chegarmos no nosso destino, esse que merece um post só para ele, pois é uma experiência mágica! Eu escolhi Janeiro justamente pois queria pegar o Salar espelhado com água, o que da a sensação de infinitude!

Depois, os meus companheiros desse trajeto voltaram para o Chile, enquanto eu continuei, peguei um voo e fui para a capital, La Paz (que já te adianto dizendo que não tem nada de pacífica! hahaha). Uma cidade única, muito cheia, movimentada, caótica! Mas é claro que tem também os seus encantos e muita história por trás! Fiquei pouco tempo por lá, para continuar rumo a mais uma realização de sonho!!

As ruínas

Próxima parada foi Cusco, onde mal havia chegado e já fiquei apaixonada!!! O Peru ganhou todo o meu coração, pois a cultura, gastronomia, beleza e as pessoas são todas incríveis! Por lá, fiquei em um Hostel de festa! Minha primeira experiência assim e foi muito legal! Após dois dias, peguei um trem rumo a Machu Picchu!!

Machu Picchu

Tem várias formas de viver a experiência de subir a montanha, como nessa altura do campeonato, eu já estava exausta, escolhi ir de ônibus e não a pé (não me arrependo nem um segundo), afinal, bem no dia estava chovendo e a subida às 6h da manhã estava bem desafiadora. Chegando ao topo, o universo me presenteou com um lindo dia de sol e a vista foi impecável. Sim, Machu Picchu tem toda essa energia que tanto falam e vale muito a pena ir visitar! Voltei de lá maravilhada!

Passei mais uma noite em Cusco e de lá parti rumo ao último destino, Lima! Uma cidade que admito não ter pesquisado muito a respeito e me surpreendi e me encantei! Tudo lindo, bem cuidado e moderno!

Bom, essa foi um resumo da minha viagem de formatura! Um mochilão fantástico, repleto de realizações, descobertas, alegrias, crescimento e tudo de melhor! Eu viajei só, mas não fiquei sozinha em nenhum momento! Sou muito grata por ter tido a coragem de viver tudo isso! E ah, se você tem vontade de embarcar nessa aventura, vá! Tenho certeza de que não se arrependerá!

Este post faz parte do BEDA- Blog Everyday August 2021 para não perder nenhuma novidade nos siga no instagram e siga #BedaViajante.

BEDA- Blog Everyday August

Psicóloga, responsável pelo apoio psicológico do Qualquer Latitude. Entrou no Qualquer Latitude para escrever sobre seu intercâmbio voluntário na Polônia e nunca mais parou! Depois disso vieram inúmeras histórias e viagens por Qualquer Latitude

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: