Um dia em Luxemburgo

Eu nunca pensei que na minha vida fosse fazer um “bate-e-volta” para passar um dia em Luxemburgo, capital cujo país leva o mesmo nome. Morando no nordeste da França, esse acontecimento foi possível por apenas 6 euros cada perna com a empresa de ônibus Flixbus, uma das mais baratas da Europa. Vale lembrar que Luxemburgo tem 3 línguas oficiais: o francês, o alemão e (uma mistura entre os dois) o luxemburguês ~que eu confesso não saber que existia~, porém há MUITOS português que moram por lá então é bem provável que você consiga ter alguma conversa em português se não souber nenhuma das línguas oficiais do país.

Pont Adolphe

Como pensávamos que tínhamos pouco tempo e estávamos em 6 pessoas, fizemos um roteiro bem quadradinho para dar tempo de conhecer tudo o que queríamos naquele um dia em Luxemburgo. Começamos pela Post Adolphe que é considerada uma das pontes mais lindas da Europa e é realmente estonteante. Continuamos andando pela cidade, uma das mais limpas que já vimos por sinal, até o Monument du Souvenir, um dos símbolos do país em homenagem aos luxemburgueses mortos nas guerras do século passado. Perto dali havia um elevador com vista panorâmica da cidade por 7 euros durante 7 minutos, achamos um pouco caro, por isso não incluímos essa atividade no passeio.

Depois seguimos para a Place d’Armes, onde depois voltamos para almoçar, pois é lá onde ocorre todo o agito da cidade, com shows e apresentações bem animadas. Passamos pela Église Saint-Alphonse, bem simples porém interessante. O Palais Grand Ducal, a residência do duque de Luxemburgo, também pode ser visitado e é bem bonito, porém a entrada é paga.

O mais esperado por nós foram Les Casemates, muralhas de proteção da cidade que exerceram diversas funções inclusive abrigo de refugiados durante a guerra. É um passeio que custa 6 euros (5 para estudantes) e eu recomendo com toda a certeza, já que além de toda a historia que o local abriga é também um ótimo local para admirar a “cidade baixa” de Luxemburgo, devido ao fato que a maior parte do passeio é na cidade alta.

Casemates!

Seguindo pelo Chemin de la Corniche, pudemos ter a vista mais linda da cidade e admirar ainda mais o charme de Luxemburgo.

Chemin de la Corniche

Finalizamos o passeio na Catedral de Notre-Dame de Luxemburgo, que eu infelizmente esqueci de tirar foto, mas havia tapeçarias por toda a catedral e foi simplesmente de tirar o fôlego.

Conseguimos visitar toda a cidade em cerca de 5 horas sem a menor pressa e ainda tivemos tempo para almoçar, nossa programação tinha sido de 7 horas, mas os locais são mais perto do que imaginamos pelo Google. Eu recomendo passar um dia em Luxemburgo porque vale a pena conhecer a história de um dos menores países da Europa bem como admirar a limpeza e a educação do país.

Gosto do post? Veja também!

Conhecendo Marseille – França

Um dia em Metz – França

Uma viagem para Estrasburgo – França

O que fazer em São Petersburgo – Russia

Gostou do blog? Não perca nenhuma novidade: Siga @qualquerlatitude e curta nossa página no Facebook!

Bruna é paulista e adora o caos paulistano diário. Estuda engenharia ambiental na USP e fez intercâmbio em Nancy na França. É apaixonada por natureza e ecologia. É amante de experimentar boa comida, falar de Disney e descobrir novas culturas. Virginiana precavida leva na mala sempre tudo o que pode precisar, uma dose de empolgação e uma pitada de irresponsabilidade, no seu ponto de vista, essa é a melhor receita para explorar o mundo! Instagram @allweneedtonightislove

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: