Pins nas Olimpíadas

A caça por Pins Olímpicos

Uma das tradições mais legais dos Jogos Olímpicos é a troca de broches, os famosos pins olímpicos. Os aletas e presidentes de delegações carregam pins oficiais de seus países para distribuir entre voluntários e fãs!  Minha coleção foi uma das maiores que vi, terminei o meu voluntariado com 60 pins diferentes. Uma lembrança para a vida toda! Para explicar um pouco melhor essa tradição gravei um vídeo mostrando a minha mais nova coleção!

A minha grande coleção de pins olímpicos

Esta tradição me lembrou um pouco o que acontece na Disney, mas, diferente dos parques em que só podem ser trocados pins oficiais da marca, os pins olímpicos podem ser qualquer pin que represente seu país. Um dos segredos para a minha grande coleção foi ter comprado 20 pins do cristo redentor para trocar com os gringos. Outra estratégia que eu usei foi pedir para trabalhar na entrada VIP, ou seja por onde entram os atletas, presidentes e famosos. Durante toda a noite trabalhando lá eu brincava falando “só entra depois de dar um pin olímpico para os voluntários”, claro que eu não barrava ninguém de verdade, mas a maioria ficara super honrado em distribuir pins dos seus países para a galera que estava trabalhando por lá!

Fica a dica: Se for assistir os jogos olímpicos, seja como fã ou voluntário, leve pins do seu país para trocar!

A minha estratégia de local de trabalho também é ótima para quem quer ver famosos (eu com certeza vi vários, mas confesso que sou péssima para reconhecer as pessoas). Meu único arrependimento foi ter pego esse local no dia errado. No dia seguinte o Zac Efron resolveu ir assistir o Vôlei de Praia e eu morri de inveja dos voluntários que estavam por lá no dia!

Gravei um vídeo mostrando a minha coleção:

Quer ver mais sobre esta aventura? Nos siga no Instagram @qualquerlatiude e leia mais histórias sobre como é ser voluntária nas olimpíadas

Yasmin Graeml criou o Qualquer Latitude em 2013 durante um intercâmbio de High School na Austrália, jornalista e apaixonada por contar histórias adora dar conselhos de viagem e preparar roteiros para os leitores do blog!

10 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: