Nyhavn Copenhagen

Passeios diferentes para se fazer em Copenhagen

Nesse post, dar algumas dicas imperdíveis para quem quer ter uma ótima experiência na capital dinamarquesa. Copenhagen me encantou muito e me apaixonei pelo estilo de vida hygge, que é o conceito nórdico de conforto e bem-estar, do país e pela beleza do lugar, que mistura arquitetura tradicional com uma mais moderna.

Viagem de trem de dez horas

O primeiro passeio diferente na viagem foi o trajeto de ida, que foi uma bela aventura. Peguei um trem de dez horas saindo de Ingolstadt, no Sul da Alemanha, para Copenhagen. Uma viagem que muitos alemães nem pensam em fazer! O mais legal desse trem, foi que eu descobri na hora que ele atravessa o mar dentro do ferry – um navio que transporta outros veículos! Sim, é isso que você está lendo: o trem entra no ferry, atravessa o mar e continua o trajeto em terra firme até Copenhagen!

Alugue um apartamento, mas não fique assustado com o banheiro!

Na Dinamarca, o conceito de hygge é muito forte. Segundo essa filosofia, o ambiente de casa deve ser extremamente aconchegante e confortável para que haja bem-estar durante o ano todo, inclusive nos longos invernos. Os dinamarqueses são famosos por investir em móveis de alto design e em decorações super estilosas. É por isso que recomendo que você alugue uma casa ou apartamento e não um quarto de hotel! Assim, você vivencia um pouco dessa filosofia.

Apartamento alugado em Copenhagen.
Minha estadia em Copenhagen – um charmoso apartamento de um quarto

Uma curiosidade sobre os prédios mais antigos na Dinamarca e que torna os banheiros únicos, principalmente na capital, é que antigamente os chuveiros eram coletivos. Por esse motivo, dentro dos apartamentos apenas havia o vaso sanitário e uma pia. Atualmente, muitos desses banheiros possuem um chuveiro super apertado bem ao lado do vaso e da pia, o que pode causar uma breve inundação no banheiro ao tomar banho.

Utilize uma bicicleta como meio de transporte

Bicicletas Donkey Republic Copenhagen
Bicicletas da Donkey Republic

Tive um pouco de receio dessa ideia, mas fui convencida e não me arrependi! Gostei tanto de me locomover em Copenhagen de bicicleta (mesmo na chuva e frio de 8ºC), que utilizei bicicletas durante toda a viagem. Ao usar as bikes, você descobre muitos lugares legais no caminho e pode apreciar todas as vistas da cidade.

Além do custo mais baixo, acaba sendo mais prático utilizar uma bicicleta do que transporte público, já que a cidade é uma das mais preparadas no mundo em termos de estrutura para bicicletas. As ruas possuem faixas demarcadas, os motoristas são muito educados e há estacionamentos para bikes em todos os lugares.

Píers Copenhagen

Um passeio que eu recomendo é pela costa da cidade: você passará por distritos extremamente modernos e encontrará diversos píers e marinas. Eu aluguei minha bicicleta através de um serviço no qual você vê através do app onde há bicicletas disponíveis – o que lhe permite deixar a bicicleta no ponto mais perto de você quando a viagem acabar.

Visite os diversos castelos e o jardim botânico

Castelo Rosenborg
Castelo Rosenborg

Copenhagen tem muitos castelos, uma vez que a o país possui uma família real ainda “ativa” nos dias atuais. Você pode fazer tours pagos, o que eu já achei super bacana, dá para visitar os jardins e ver a arquitetura externa, que é bem particular da Escandinávia e muito bela.

O Jardim Botânico da cidade também é muito bonito e compensa a visita.

Jardim Botânico Copenhagen
Jardim Botânico

Complexos de alimentação e mercados municipais da cidade

Copenhagen é uma das cidades mais gastronômicas da Europa, possuindo diversos restaurantes renomados e doces maravilhosos nas diversas confeitarias da capital. Recomendo a visita ao “mercado municipal” Torvehallerne (mais no centro da cidade) e aos outros diversos pavilhões da cidade dedicados à comida de rua. Infelizmente, um dos lugares que visitei está fechado por tempo indeterminado para reformas.

Torvehallerne Copenhagen
Torvehallerne em vibe de outono

Bônus: em Copenhagen você encontra uma das melhores micro-cervejarias do mundo, a Mikkeller.

Tour alternativo pela cidade

Esse tour foi o passeio mais legal que eu fiz em Copenhagen. Já havia feito um similar em Berlin, e desde então sempre que é possível eu participo desse passeio. Além desses tours serem baratos (em torno de dez euros, ou seguindo o esquema de “você paga o quanto quiser/puder”), você conhece partes bem diferentes das cidades.

Através desse passeio – que durou um dia inteiro – eu conheci a história do Red Light District de Copenhagen, visitei o Meatpacking district (lugar com diversas opções de restaurantes) e conheci a polêmica Freetown of Christiania (uma espécie de região autônoma dentro da capital dinamarquesa).

Atenção: se for visitar Christiania, saiba que existem algumas regras. Não é permitido correr nem gritar lá dentro (ações que são um lembrete de operações da polícia, o que causa alarde para os habitantes). Também não são permitidos fotos e vídeos. Se quiser fazer uma foto ou vídeo, sempre peça permissão para algum dos moradores antes.

Não deixe de visitar o adorável Nyhavn

Esse é o trecho mais fotografado de Copenhagen – e não à toa. Essa área já foi um porto movimentado, mas atualmente é uma região bem turística e charmosa. Ali perto você encontra opções muito legais de restaurantes e bares.

Nyhavn Copenhagen
O lugar tem até essa mureta para você fazer algumas fotos.

Gostou deste post? Nos siga no Instagram e no Tik Tok e leia também.

Já que falamos da Dinamarca, você conhece A Verdadeira História da Pequena Sereia?

A Isabela tem 26 anos e é formada em Relações Internacionais. Já morou no Canadá e Alemanha, e é amante de café, história, estudar línguas e viajar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: