o que é turismo sustentável

O que é turismo sustentável?

Viajar é, com certeza, trocar a roupa da alma. Para mim sempre foi quase uma necessidade, porém, desde que comecei a estudar engenharia ambiental, questões como o impacto das minhas viagens no meio ambiente é algo que está sempre nos meus pensamentos. Mas afinal, o que é turismo sustentável e como fazer da sua viagem o melhor para você sem prejudicar tanto o meio ambiente.

É importante lembrar que quando falamos de sustentabilidade, temos que analisar três aspectos: social, econômico e ambiental. O que é turismo sustentável, então? Vamos começar analisando separadamente cada um desses termos.

1 – Social

Quando falamos sobre o que é turismo sustentável, um pilar essencial é considerar as pessoas que estão envolvidas ao oferecer um serviço durante sua viagem. Por exemplo, imagine que você vá viajar a um local e fique em um grande resort cujo dono é um grande empresário. É claro que parte do seu investimento vai ser revertido como salário para funcionários locais que trabalham no resort, mas esse capital vai ir majoritariamente para a empresa dona do resort, sem que haja destino de muito dinheiro para a comunidade local.

Por outro lado, se você decide ir para o mesmo local porém se hospeda em uma pousadinha simples de um nativo da região, seu dinheiro vai diretamente para a comunidade. E essa ação gera um impacto positivo na sociedade muito maior do que se você se decide hospedar em uma rede de resorts.

Então, o que é turismo sustentável quando pensamos no pilar social?

  • priorizar hospedagens administradas ou que sejam propriedade de locais
  • fazer passeios com empresas locais ou diretamente com habitantes da região
  • priorizar o consumo de alimentos e produtos locais, incentivando o comércio do que é típico da região

Basicamente, a ideia é curtir o lugar que você vai como quem realmente mora lá. Parece uma ótima ideia, não?

2- Econômico

Quando falamos sobre o que é turismo sustentável, a parte social praticamente de mãos dadas com a parte econômica. Por que? Basicamente, porque quando focamos em atividades locais garantimos emprego para os nativos da região e isso gera capital. Promovendo, então, um crescimento econômico sustentável da região.

Uma localidade com capital vindo dos impostos, por exemplo, consegue investir em uma boa infraestrutura com saneamento básico (tratamento de água e esgoto, acesso a água potável, etc.), acesso a uma boa rede de saúde pública e, claro, a diminuição da criminalidade do local. Ou seja, os locais ganham com uma região mais amparada de serviços públicos e os viajantes ganham com um local muito mais adaptado às suas próprias necessidades.

3- Meio ambiente

O que é turismo sustentável quando falamos de meio ambiente?
É sempre priorizar atividades que causem o menor impacto possível. Por exemplo, priorizar viagens de carro ou ônibus aos mais poluentes aviões – viagens mais locais são normalmente mais sustentáveis, já que a emissão de poluentes é proporcional a distância percorrida para chegar ao destino final.

Outro exemplo, são as atividades realizadas no destino: trilhas, mergulhos, entre outros são atividades que geram menos impacto do que passar o dia em um parque de diversões – já que a energia necessária para manter uma atração em funcionamento em um parque de diversões é bastante elevada.

Outras atividades que devem ser consideradas são principalmente o descarte adequado dos resíduos, desde resíduos de alimentação orgânicos e plásticos, até possíveis químicos contaminantes do solo e água, como pilhas, baterias e tintas.

Conclusão, o turismo sustentável vai muito além de só cuidar do meio ambiente. São escolhas diárias e não existe apenas uma forma de faze-las. Não é sobre nunca mais andar de avião ou ir em um parque de diversões. Mas é sempre manter as diretrizes do turismo sustentável em mente na hora de fazer suas escolhas!

Este post faz parte do BEDA- Blog Everyday August 2021 para não perder nenhuma novidade nos siga no instagram e siga #BedaViajante.

BEDA- Blog Everyday August

Flutuando em Bonito

Bruna é paulista e adora o caos paulistano diário. Estuda engenharia ambiental na USP e fez intercâmbio em Nancy na França. É apaixonada por natureza e ecologia. É amante de experimentar boa comida, falar de Disney e descobrir novas culturas. Virginiana precavida leva na mala sempre tudo o que pode precisar, uma dose de empolgação e uma pitada de irresponsabilidade, no seu ponto de vista, essa é a melhor receita para explorar o mundo! Instagram @allweneedtonightislove

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: