interior do Paraná

Amor entre cidades

Em um mundo tão grande, onde encontrar o amor? Esta pergunta, que para tanta gente é muito complicada, foi simples para Jessika e Murilo. O amo estava, desde a infância, em Itaúna do Sul, cidade de três mil e quinhentos habitantes no interior do Paraná. Os dois nasceram e cresceram por lá, Jessika estudava junto com a irmã de Murilo. Os dois estudaram na mesma escola e frequentavam a mesma igreja e começaram a namorar quando Jéssica tinha 15 anos e Murilo 16.

Na faculdade, Murilo foi para Curitiba e Jessika continuou em Itaúna do Sul, 613 km de distância. Por 7 anos eles mantiveram um relacionamento a distância. “Eu fico imaginado como seria mais fácil hoje em dia, com whatsapp, porque quando a gente namorava era o MSN e a gente precisava ter crédito no celular para estar se falando, trocando mensagem. Então o que a gente fazia era dava um toque no celular do outro e sabia que precisava entrar no MSN.”. explica Jessika

O momento decisivo na vida do casal foi quando ela resolveu se mudar para Curitiba “quando eu fui para Curitiba, ou eu ia para a gente ficar junto ou a gente rompia, chegou aquela hora decisiva sabe” lembra Jessica. Na capital paranaense o casal viu também mais oportunidades de trabalho, tanto para Murilo, que já estava morando e trabalhando por lá, quanto para Jessika na área de estética.

Curitiba, foi a segunda cidade do casal e começo de uma jornada pelo Paraná. Murilo a terceira mudança veio quando Murilo foi transferido para Ponta Grossa, cidade que fica á uma hora de Curitiba, e a quarta quando foi transferido novamente, desta vez para Guarapuava no interior do Paraná.

O casal se encantou por Guarapuava, pela receptividade das pessoas e a mistura de interior com a comodidade da cidade grande. Chegaram em 2018 e logo após a mudança Jessika descobriu que estava grávida de Rafael e decidiu não voltar para o mercado de trabalho e assumir a tarefa de ser mãe em tempo integral.

O empreendedorismo

Com tantas mudanças acompanhando a carreira do marido, Jéssica trabalhou em vários lugares “ela sempre foi abrindo mão dos trabalhos dela por conta do meu, porque eu tive várias promoções.” explica Murilo. Quando moraram em Ponta Grossa Jessika trabalhou em uma franquia da Ad Clinic e gostou muito do formato da clinica. Foi daí que surgiu a ideia de ter um negócio próprio, uma franquia da empresa, conciliando a maternidade com o trabalho.

O casal vendeu um carro e a casa que tinha em Ponta Grossa, contou também com a ajuda de um primo como investidor e apostou todas as fichas na nova clinica que irá inaugurar agora em Julho em Guarapuava. Para eles esta pode ser a primeira de muitas, querem “empreender mesmo” como conta Murilo animado.

Yasmin Graeml criou o Qualquer Latitude em 2013 durante um intercâmbio de High School na Austrália, jornalista e apaixonada por contar histórias adora dar conselhos de viagem e preparar roteiros para os leitores do blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: