Ana Jablinski

Ana Jablinski: Conheça a brasileira que irá conquistar as passarelas do New York Fashion Week

É impossível nunca ter sonhado em trabalhar com moda em Nova York depois de assistir filmes e séries como o Diabo Veste Prada e The Bold Type. Para Ana Jablinski, brasileira de 31 anos isso é uma realidade, ela foi a primeira brasileira a ser aceita no mestrado de moda da Fashion Institute of Technology (FIT) , uma das instituições mais bem ranqueadas do mundo, que formou outros grandes nomes da indústria internacional como Carolina Herrera, Michael Kors, Calvin Klein e Peter Do.- Atualmente a brasileira está estagiando na ThreeASFOUR e na Proenza Schouler e preparando sua coleção de formatura que será apresentado no New York Fashion Week de 2022.

Trabalhando com Moda em Nova York

Nas férias de verão, Ana trabalha três dias por semana como assistente criativa na ThreeASFOUR – marca avant-garde especializada em unir inovação, tecnologia e moda. A marca já vestiu celebridades como Lady Gaga, Billy Porter e David Bowie e muitos dos designs viajam ao redor do mundo para serem expostos em exibições de moda. “Vem sendo uma experiência muito desafiadora mas com muito aprendizado. Eu sinto que os dias são muito curtos para completar todas as minhas tarefas” conta Ana. 

Os outros dois dias restantes da sua semana são dedicados para criações na Proenza Schouler. Responsável pelo desenvolvimento técnico da coleção ready-to-wear e White Label primavera/verão 2022. “Eu acho importante todo profissional criativo ter uma fundação técnica sólida” afirma a designer. É nesta empresa que Ana é encarregada por fichas técnicas dos produtos em desenvolvimento, assim como, provas, ajustes e também pela a comunicação entre as fábricas nos Estados Unidos e Europa.    

Fotografia Franklin Yeep

As duas marcas com que Ana trabalha atualmente são muito diferentes, tornando a junção dos trabalhos ainda mais desafiadora “Eu enxergo a ThreeASFOUR como um ‘laboratório de moda’. Lá eu tenho liberdade para usar a minha criatividade sem barreiras, e estar em contato com o que há de mais novo no mercado em termos de inovação para desenvolver roupas conceituais. Por sua vez, a Proenza Schouler me ajuda a me especializar mais na construção de peças de luxo para a mulher real nova yorkina. De certa forma, esses dois opostos se complementam e ambos me ajudam a me tornar uma profissional cada vez melhor”.

Ana concluiu seu bacharelado em design de moda na Universidade Tuiuti do Paraná e, em setembro, Ana volta para as aulas na FIT para terminar o seu último ano no curso de mestrado, prestes a se tornará a primeira brasileira a se formar neste programa. “Vai ser um ano muito de muito trabalho duro. Cada aluno irá trabalhar em uma coleção composta por 12 looks completos que será lançada e avaliada por profissionais renomados da indústria atual durante a New York Fashion Week”.

A coleção de Ana Jablinski para o New York Fashion Week

A designer pretende criar peças combinando o contraste do artesanato brasileiro e a tecnologia em um universo elegante e contemporâneo. “Eu quero mostrar que ambos não são mutuamente exclusivos, e que é possível unir a arte manual brasileira e a inovação de um jeito sustentável. A indústria da moda está se tornando cada vez mais tecnológica, e como uma pessoa que aprecia arte, eu procuro incluir sempre que eu posso processos manuais nas minhas criações para manter viva as técnicas tradicionais.”  

Gostou deste post? Você pode seguir o Qualquer Latitude e a Ana Jablinski no Instagram! Leia também:

Operação Trabalho na Alemanha

Yasmin Graeml criou o Qualquer Latitude em 2013 durante um intercâmbio de High School na Austrália, jornalista e apaixonada por contar histórias adora dar conselhos de viagem e preparar roteiros para os leitores do blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: